« Home | "O JURO CIVILIZADO" » | Política e o Coeficiente Eleitoral » | A esquerda contra-ataca » | Crítica à Esquerda Brasileira » | Precisamos de um governo corrupto » | Argentina Na Copa » | Copa da Globalização » | Estaríamos preparados para votar? » | Frases feitas, frases de efeito. » | Soneto do Reencontro »

Meu voto é nulo e eu não sabia!

Desde de que a população como um todo passou a votar, ou seja,apartir da extinção do voto censitario o processo de escolha dos candidatos foi ficando cada vez mais árduo. Mesmo assim, fomos ensinados a nunca votar “por votar”, e recusar a fazer votos de protesto esdrúxulos, em: animais, figuras fictícias ou personagens folclóricos. Pelo contrário, cada voto que é depositado numa urna, foi portador da sincera esperança, da população, numa cidade, num estado e num país melhores.

Eu, como ingressante na camda votante (votarei para eleições pela primeira vez) busco analisar e crer nos discursos de candidatos que me pareçam sinceros e efetivamente comprometidos com as causas populares e nacionais.

Votar na “direita”... Votar na “centro-direita”... Votar no “centro”... Votar na “centro-esquerda”... Votar na “esquerda”... Só não votar em “extremas” de qualquer direção!

Protesto, sim deve ser feito! Mas, usando o voto para tentar destituir quem não foi correto no exercício de suas funções.Acreditar que com ele pode afastar pessoas de má índole da política. Enfim, fazer do meu voto um laboratório da democracia, misturando o empirismo da fé com o desejo de mudança!

Hoje, pensando com mais calma sobre o assunto, cheguei a uma patética conclusão: Meu voto sempre será nulo! O seu também!

Bom eu nunca pretendo anular meu voto por acreditar na democracia, mas ele foi tornado nulo, por não ser respeitado por quem o pediu e recebeu.Não me entenda mal mas estão generalizando sim.Ele foi anulado toda a vez que um candidato não reeleito foi nomeado para um cargo público. Ele foi rasgado e jogado no lixo sempre um “sim”, convicto, de campanha virou um “não”, explícito ou sigiloso, nas votações, em plenário, e vice-versa. Ele foi pisado e desfigurado quando o que deveria ser público foi decidido entre quatro paredes, com ou sem escuta telefônica! Entenda que quando me refiro ao meu voto, refiro ao seu, caro leitor, também.

Meu voto é nulo, como o de muitos brasileiros, porque não consegue limpar a lama espalhada pela maioria dos “legítimos representantes do povo”, nem a gordura das “pizzas” em que, invariavelmente, terminam seus inquéritos - tão espalhafatosos quanto inócuos -, nem o ranço de práticas historicamente nefastas, nem as lágrimas do povo. É sem valor porque as mensagens das urnas não são entendidas, por quem perde ou ganha. É inócuo porque elege, mas, não pode cassar!

Somos nós que não sabemos votar, ou são os que têm escolhido a vida pública que são fracos, “espertos”, egoístas ou vaidosos demais, para entenderem que os cargos que ocupam não são seus, mas dos que os elegem?

Pior que a frustração é ver que os que traem nossa confiança ainda querem culpar-nos por seus atos, como se fossemos cúmplices de suas más escolhas... Não somos! Pois, os “cordéis” que têm movimentado a política nacional nunca foram efetivamente manipulados pelo povo! Se fossem, com certeza os empossados não teriam chance de ficar “empoçados” por muito tempo... Ao menos, pensariam duas vezes, antes!

Nosso sistema de votação é moderno, mas, a maioria de nossos políticos, não! Há algum tempo nossos votos e urnas são eletrônicos, mas, se voltássemos a usar cédulas de papel, elas teriam que ser de papel absorvente, higiênico. Já as urnas teriam uma abertura um pouco maior, em cima; e o voto seria depositado puxando uma corda, girando uma alavanca ou apertando um botão! Este último modo pode, até, lembrar o sistema atual, mas, em vez dos bips eletrônicos, o som de confirmação seria um pouco diferente... Mas, mesmo sabendo que, apesar de minha fé e perseverança, nossos votos nunca terão força ou valor, mas não podemos desistir de tentar! Continuemos a acreditar que ele pode ser como “água mole em pedra dura...”! Insistemos na democracia!

Quem sabe, um dia, o voto alcance valor efetivo, quando, com todos os avanços da tecnologia de informação, pudermos votar direta e seguramente, pela Internet, em vez de ser representado por quem o pediu, vota em meu nome, mas não pede a minha opinião, nem houve o clamor das ruas, depois de eleito.

Democracia direta! Ela amedronta alguns, principalmente os que terão que procurar outra atividade para subsistir, fora do carreirismo ou oportunismo políticos; mas, talvez seja a única forma de impedir que nossos votos continuem a ser nulos!

Mto interessante o texto... suas idéias foram bem articuladas... e pelo menos eu acredito que intendi o seu ponto... apesar de nao concordar 100%...!!
c escreve mtoo beemm! =]
Bjaoo!!
Lu Abdoo

bom texto, não concordo com a proposta de democracia direta, pelo menos não a nível nacional... mas em pequenos grupos que se mantenham em constante contato, talvez até subordinados a um conselho superior... (NOTA: qualquer semelhança com os sovietes de 1905 e com os conselhos de Rosa Luxemburgo não são mera coincidência)

E, Ygor, politicos são corruptos porque são individualistas, são individualistas por que a burguesia quer, e ela o quer porque ela lucra com isso. A grande arma da burguesia hoje é o individualismo, ele sim gera a corrupção, a violência, a exclusão social e etc...

MORTE À IDEOLOGIA DOMINANTE!!

boa essa kra =p
gostei do final !!

tipo
botei fe nessas ideia
como meu voto e nulo de verdade
ate q algum politico me convensa ao contrario!!!
intaum....ta de parabens!!

'ainda bem' que não vou votar! haha
muito bem escrito, seu texto, parabéeeens Ygorr.
e isso aqui é muito legal... expor opniões sobre assuntos mais 'sérios' sempre é válido. assim como aceitar e respeitar a opnião do outro.
muito bom!
;)

Mto bom o texto...
E infelizmente eh o q realmente esta acontecendo!
Kde os "caras pintadas" do seculo XXI?
O problema eh q "nos", brasileiros em geral, estamos estagnados. Ninguem mais vai as ruas para, ao menos, mostrar sua indignação!!
Concordo tb com o q o pedro falou sobre individualismo dos politicos... =/

Belo blog! xD
Abç!

opa vlw ae db =ppp

"So dark the con of man" .. Tão sombria a traição dos homens... Somos sim, traídos por quem elegemos.. O pior de tudo é que somos conscientemente traídos e nada fazemos pra mudar isso.. essa pacividade e preguiça têm um preço caro: o preço do nosso voto, do nosso poder de decisão.. :P

bom.. só de estar aqui, escrevendo, expressando nossa indignação, tentando trazer pessoas para o nosso ponto de vista, acho que já fazemos alguma coisa para mudar.. é pouco, sem dúvida, mas é alguma coisa..

seja bem-vindo à parede Ygor.. terça feira eu posto alguma coisa..

ps.: eu nem começei a escrever nada ainda, e ainda não tenho idéia sobre o que vou escrever ..

bem vindo a parede ygor...
legal o texto, não concordo com todo o seu ponto de vista... mas é um ponto de vista...
concordo com o q o rafael falo tb sobre a expressão da nossa indignação!!! :D



dae mono...
aconteceu joe...
relax!!!
auhahuhuahuahuahu
comigo foi assim tb!!!
auhahuahhahuahua

abração pra td mundo

Obrigado ae pelas boas vindas.

dbgrego,

Cade os "caras pintadas" do sec XXI??
Os meios de comunicação de massa, a serviço da cultura burguesa, fizeram o favor de aprisioná-los. Hoje, se não há revoltas, é porque existe a crença de que tudo está bem. Tudo está bem porque o flamengo foi campeão. Tudo está bem porque a vilã da novela ainda vai sofrer muito. Tudo está bem porque em fevereiro hemos de festejar o carnaval. Tudo está bem porque a festa do último fds foi mto boa. E por aí vai... Os únicos "caras-pintadas" que conseguem se libertar de tal dominação ideológica ao menos um mínimo e expressar algum descontentamento com a visão burguesa do mundo são instantaneamente taxados de malucos, nerds, retardados, comunistas, bitolados, hippies, sonhadores, utópicos, radicais, e muitos outros adjetivos que leva toda a sociedade a desacreditar suas idéias sem nem ao menos ouví-las... lembra-se da década de 60? quando os quadrinhos do capitão américa diziam que "os comunistas virão, estuprarão suas mulheres e suas filhas e sequestrarão seus filhos para serem seus escravos"... eh a mesma coisa, soh q mais disfarçada...

Em síntese: A burguesia matou os caras-pintadas...

(PS: sei q pareço meio fanático, jogando a culpa de tudo em cima da burguesia, mas fazer oq? eh a luta de classes...)

você é meio exagerado na luta de classes.. vc fala como se o grupo dos burgueses, formado por uma comissão representativa de 10 ou 12 homens, sentasse em uma mesa e decidisse o futuro do mundo.. não bem assim.. hehe.. na verdade a burguesia acaba fazendo isso inconscientemente.. agora não to com tempo (nem saco) pra explicar pq eu digo isso, mas dps eu posto um novo comentário aqui..

espero-o ansiosamente

idem !

Agora minha vez ...

Gostei do texto , adorei as metáforas e a menção a descarga dada ao voto. Porém acho q tem q escrever de forma mais clara, não sei se foi a intenção jogar tanto com a idéia de voto nulo mas ficou confuso. Nulo na hora de votar ou voto q é anulado pela situações apresentadas ?! Dá perfeitamente pra entender mas é confuso. Entendeu ?!

Segundo ponto:
Salgado acho q vc peca justamente no ponto apresentado pelo Rafael. É o mesmo erro q considero de todas as teorias de conspiração. Todos tem a idéia de q existe uma cúpula q comanda e q tem toda a consciencia do seu poder e controla todos os efeitos de suas ações. Sacou !?
A coisa se configurou durante anos e hj se tornou assim. Uns tomaram a frente e moldaram a seu modo e a seu favor. Talvez o q enxergamos assim de tão ridículo é só a perpetuação desse esquema estabelecido. Acreditar q existe uns donos e controladores de tudo acho q é mais a tentativa de encontrar um inimigo propriamente definido. Esquema q tava falando com o Igor pra ele abrir o olho antes de escrever o texto dele. Parece até q estamos na guerra fria ainda. Valeu.

Tô gostando da discussão. Provoca mais ae !!!

Bom eu acho q ele trexo dexa bem claro que é "anulado pelas situaçaoes"

"
Bom eu nunca pretendo anular meu voto por acreditar na democracia, mas ele foi tornado nulo, por não ser respeitado por quem o pediu e recebeu.Não me entenda mal mas estão generalizando sim.Ele foi anulado toda a vez que um candidato não reeleito foi nomeado para um cargo público. Ele foi rasgado e jogado no lixo sempre um “sim”, convicto, de campanha virou um “não”, explícito ou sigiloso, nas votações, em plenário, e vice-versa. Ele foi pisado e desfigurado quando o que deveria ser público foi decidido entre quatro paredes, com ou sem escuta telefônica! Entenda que quando me refiro ao meu voto, refiro ao seu, caro leitor, também."

mas eu entedo oq tu quer dizer, é algo mais para a objetividade né ? acho que saquei. Vo tentar melhorar na proxima.


Entao, vc tinha me falado dessa parada, e até concordei contigo. Outor dia falei que eu era direita e não abria mão e tal, mas isso aqui ainda tá muito superficial.Estamos parecendo piões "duelando" um com ou outro mas rodando sem parar e sem sair do lugar. Acho que é mais ou menos isso.

E concordo Marcelo, isso aki tá parecendo Guerra Fria. Mas vamo ver no que vai dar !

Não acho q esteja parecendo guerra fria, tá parecendo um debate, uma discussão... nada mais natural...

E aqui, eu sei que não existe uma "sala secreta" aonde "a cúpula" se reúne pra decidir o destino do mundo. Não estou fazendo nenhuma teoria da conspiração. Na luta de classes, é evidente que a burguesia se organiza internamente melhor que os trabalhadores. O fato é que, devido à globalização do mercado, houve uma necessidade consciente de mercantilizar a cultura, eliminando diferenças entre os povos e tornando as tendências de consumo a nivel mundial mais uniformes. Como isso foi feito? Com a propagação do "american way of life".

A cultura (aliás, a ideologia) burguesa simplesmente invadiu os quatro cantos do mundo, e, graças a ela, hoje pode-se afirmar com precisão que, tanto no Uruguai, quanto na Coréia do Sul, assim como na Libéria, tudo que a população quer é um carro do ano, um tênis nike, uma casa na praia, ou seja, mais dinheiro. Isso gera (mesmo que por acidente) um individualismo MUITO grande, altamente benéfico para a perpetuação desse modo de produção. Pois sabendo que estão concorrendo entre si, os trabalhadores rebaixam seus salários a um nível quase miserável para conseguirem emprego. Com isso, o burguês ganha no lucro (pois paga menos salários) e desestabiliza sua "oposição" (pois dificulta o surgimento da consciência de classe entre os trabalhadores).

Enfim, acho que não fui claro em minhas explicações. Para tal, precisaria de mais tempo (meu) e paciência (sua, do leitor).

Até

A questão é que a burguesia NÃO se organiza. Veja como é contraditório: você considera que a burguesia tem um pensamento individualista, e ainda fala que eles pregam sua ideologia para que essa seja seguida pelas massas. Não é assim. A burguesia não fica pensando se seguem ou não sua ideologia. Um grande comerciante, ou um grande capitalista especulativo, não acorda de manhã num belo dia de domingo e pensa com seus botões: "Hm, acho que devo fazer propaganda da minha ideologia na mídia. Isso vai cegar as pessoas e manter a ordem mundial como ela está."

As coisas não funcionam assim, por melhor que seja esse modelo maniqueísta que os professores de história (e, pelo que vejo, de ciências sociais e direito) adoram passar. O grupo que você chama de burguesia não faz nada enquanto grupo. Cada um toma atitudes INDIVIDUAIS para melhor gerir seus negócios e finanças, o que acaba por gerar a desigualdade que gera (e não se trata de propaganda ideológica). Mas isso não é de caso pensado assim.

Só para concluir o que eu quero dizer: os movimentos de esquerda têm uma preocupação com a propaganda ideológica. Os de direita também. Mas o que você chama de burguesia, não se preocupa com propagandas. Burgueses não são políticos (não que não possam ser, alguns se envolvem com isso como alguns operários se envolvem também). O que eu quero dizer, é que burgueses são grandes comerciantes ou investidores que não se importam com ideologias, e sim com seus próprios negócios. Burguesia e direita não são sinônimos.

Sem mais no momento, talvez eu não tenha sido claro. Sinto que tives dificuldades em expressar meu ponto de vista. :P

uhhhh...bom texto (q nem li) alias o ultimo q li aqui foi o soneto do reencontro (q poderia ser repostado para nos regozijarmos com o melhor de sua poesia mundana e desconexa)nem meus textos tenho lido (acho q talvez por medo da possibilidade de trombar com erros encravados no meio das minhas ideias sujas de vermelho)...alias peço humildemente para q sejam mais sinteticos ao redigir seus textos para que...ahhh deixa pra lá...afinal de contas eu nao leio mesmo...

COnrcordo com Rafel, acho que é isso mesmo, a burguesia não é sinônimo de direita.

burguesia nao eh sinonimo de direita... mas o pensamento burgues eh conservador, às vezes até reacionário...

direita eh o setor politico que visa a manutenção da ordem social certo?

a manutenção da ordem social vigente eh benéfica à quem?

aliás, me corrigindo

nem todos os proprietários dos meios de produção são direita...

mas os burgueses sim, esses são direita...

eiii, Ygor!!! Que texto heim??!!
Eu como admiradora explícita da Lingua Portuguesa tenho que reconhecer a sua efetiva habilidade com as palavras... suas idéias ficaram realmente concisas e claras...
o texto ficou bem contextualizado e as metáforas minuciosamente expressivas...
Ps*: amei o blog de vcs!!!!!!!Parabéns pela iniciativa de convidar a nós, leitores e leitoras, a refletir acerca de nossa vil realidade, de forma ferrenha e contundente! adorei mesmu!(vou voltar + aki heim?!)
Bjinhusss
Luma

Eeee !! Luminha... nao precisava de tantos elogios assim heheh =p
Mas obrigado e volte sempre !

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Powered by Blogger
& Blogger Templates




eXTReMe Tracker