« Home | Argentina Na Copa » | Copa da Globalização » | Estaríamos preparados para votar? » | Frases feitas, frases de efeito. » | Soneto do Reencontro » | Nós queremos você! » | Inaugurada a parede de banheiro »

Precisamos de um governo corrupto


“A solução é alugar o Brasil”. Raul Seixas estava errado. Depois de muito refletir sobre nossa situação política, social e econômica, descobri a solução para todos os nossos problemas, e não se trata de alugar o país. Tudo que falta ao povo brasileiro para construir uma próspera nação é um governo corrupto.

A maioria das pessoas acha que precisamos de um governo honesto, pessoas incorruptíveis, imunes ao veneno da mosca do sangue azul. Muito pelo contrário. Precisamos de um governo bem corrupto, que afunde o país em miséria e desigualdade social.

Os leitores mais precipitados já se perguntam a essa altura: não nos sobram governos corruptos? Não. Ao menos suficientemente corruptos. Precisamos de um governo corrupto o suficiente pra que brote na população um sentimento de revolta. E essa revolta deve ser seriamente reprimida pelo governo, porque revolta forte, é revolta reprimida por longos tempos. Só assim a consciência política nasceria em nosso país.

Toda revolução nasce da revolta. Não existe uma revolução lenta, gradual, que muda uma realidade em longo prazo. Tomemos os exemplos de grandes revoluções que já ocorreram na humanidade: a francesa nasceu de uma exagerada arbitrariedade por parte dos monarcas absolutistas. A russa também. Veio do abuso de poder dos czares. O início do que está se tornando a revolução pan-latino-americana, nasce de uma condição social sem premissa que atualmente toma o subcontinente. E assim por diante. Mesmo que tentemos, provavelmente não iremos encontrar mudanças gradativas. Talvez encontremos, mas não encontraremos revoluções gradativas que se efetivaram.

Entendendo por revolução toda e qualquer grande mudança na realidade atual, o que a grande maioria da população deseja para o Brasil é uma revolução. Para tal precisaremos que nasça, no povo, o sentimento de revolta. E graças à impressionante passividade do povo brasileiro, precisamos de um governo consideravelmente ruim pra que ela venha. De uma forma indireta, tudo o que precisamos é de uma máquina administrativa que leve o país à falência, agrave, se é que é possível, a condição de desigualdade social, e reprima qualquer tentativa de mudança. Isso basta para resolver nossos infortúnios. E o melhor de tudo: não teremos que alugar o país.

É , essa sociedade q os governos altamente corruptos criariam me lembram aqueles a q Brech se refere q "temem mais a miséria que a morte". (Bertold Brech). Uma população q chega a um ponto q não tem mais nada a perder e assim começa a pensar na chance de ser diferente. Triste termos q chegar a esse ponto então pra q esperar, melhor concertar agora !!!

Tá, concordo plenamente com a idéia de que toda revolução nasce da revolta, mas o problema é que para o brasileiro, tudo tá sempre mais ou menos bom. "Ah, eles tão roubando sim, mas pelo menos a inflação tá baixando". Não adianta, somos 180 milhões e, em sua maioria, analfabetos políticos. E sim, o mico do ano está por vir ainda, seja qual for o lado vencedor.
Boa semana.
;**

O Brasil e o habitual avesso...

até no futebol se mostrou dessa maneira.

assim como a monica... eu tb concordo q o brasil soh traz revolução com a revolta...
mas eu acredito que se o governo ficar mais corrupto do que está, e isso trouxer uma revolução muito grande, nós iríamos voltar a ditadura...
texto muito bom, só não concordo que essa seria a melhor opção.

sim marcelo, o melhor seria concertar agora.. mas como se sabe, brasileiro enquanto n tomar um tombo do cavalo n vai pensar no fato d q realmente poderia ter segurado mais forte na rédea antes e assim, consequentemente, ter evitado esse tombo. e digo com infelicidade q o q a monica disse é a mais pura verdade.. pra brasileiro tá sempre tudo mais ou menos.. enquanto eles tiverem a cervejinha deles, o futebol e o churrasco na laje (hahaha, zuei agora) eles estarão nesse estado d inércia no qual a nossa sociedade se encontra há tempos...
sinceramente, n sei o q fazer.. mas q no caso, um governo mais corrupto, mesmo n sendo a melhor opção, seria a alternativa mais fácil d ser alcançada, ahhh, isso seria!

nossa, meu deus.. correção: "o melhor seria conSertar agora" e n 'concertar agora'.. mals aí mas eu n sei deletar comentario (e nem o pedro sabe, ele eh inutil).. então eu tive q escrever um otro aqui pra consertar o meu erro.. =P

Interessante, nunca havia pensado por esse lado e sabes que tem razão!? rs... A idéia de afundar o país de vez para o surgimento de algo real e concreto através de uma enorme revolução que fará nascer de certa forma uma política "limpa" é ótima.

Porém, como a Mônica citou acima, somos 180 000 000 e é praticamente impossível fazer todo mundo pensar igual.

Valeu!
T+

O mais interessante do país afundar e ressurgir das cinzas, é que nasceria um sentimento de nação: "Nós mudamos o Brasil. Nós fizemos ele ser o que ele é hoje." Isso faria toda a diferença por aqui.

Pô cara, agora q a discussão tomou forma gostaria de deixar claro um outro ponto. Se um governo altamente corrupto entrasse em ação ele não daria o espaço pra ninguém se revoltar. Ele teria muitos meios pra fazer a população nem pensar diferente ... Tá aí Copas do Mundo , TV's , Jornais, revistas, etc

Ue, na época da ditadura militar, que eu saiba, o governo nao dava espaço, e mesmo assim surgiu o 'Diretas Já!'. Na época dos absolutismos europeus os governos não davam espaço, e surgiram as revoltas burguesas. E assim por diante. Aliás, acho que quanto menos espaço pra surgir, mais idéias e movimentos surgem, exatamente pra protestar contra essa falta de espaço.

Rafael,

È a eterna luta brasileira, á procura de um Brasil melhor!

Obrigado pela visita e comentário n´A Minha Matilde!

Prometo passar por cá mais vezes assim como espero a tua visita novamente!

Bjks da Matilde

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Powered by Blogger
& Blogger Templates




eXTReMe Tracker