« Home | ERA DO ADMINISTRADOR » | Democracia. Seria ela a solução? » | O Papa Pateta » | Diante da Lei » | Rotina » | Repensando a educação » | REGRAS, REGRAS E MAIS REGRAS » | Feche os olhos e acredite » | Quero Mais Brasil » | Hedonismo - Questão Social »

Carta ao povo brasileiro

Patos de Minas, 30 de setembro de 2006

Prezados eleitores,

Analisando as últimas pesquisas de intenção de voto, foi possível constatar diversos traços intrigantes a respeito dessas eleições.De um lado, temos o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se gabando por "não" ter oposição à sua reeleição.De outro, temos Geraldo Alckmin que, sem carisma algum, tenta convencer os adoradores do populismo - nós, os eleitores deste país - de que é a melhor opção.
Muitas vezes quem ganha não tem a menor importância, ao passo que o povo quer mesmo é benefício.Alguns poucos se importam realmente com os problemas do país: tirar-nos desse estado de benemerência abjeta em que vive o povo brasileiro, dependentes do poder público para tudo.A bem da verdade, estamos, querendo ou não, ficando cada vez mais pobres: muitos no bolso e, quase todos, no espírito.A cada momento o notíciario nos bombardeia com escândalos como se fôssemos uma "ilhazinha" qualquer no Pacífico.A "Res publica" abandonada, a saúde em estado de calamidade, a educação deteriorando a cada ano, sob um completo estado de abandono, e a Segurança Pública, uma ilusão fatídica.
O Judiciário - o poder que tem por função julgar os crimes contra a nação - aparenta estar ali não para julgar e sim para ver de que lado "sopra" o vento; o Congresso está mais preocupado em salvar os seus do que em punir os culpados; o presidente da República que, além de se gabar por não ter estudado, é arrogante quando diz ser o dono da ética, da verdade, só gosta mesmo de três coisas: viajar no AeroLula, inaugurar postes de luz e subir em palanque para falar à população que a segurança, o analfabetismo e a educação estão à beira da perfeição, quando este próprio é omisso quanto a segurança, é semi-analfabeto e pouco fez pelo educação em 44 meses de governo.
O presidencialismo brasileiro é marcado pelo mais intrigante dos traços observados: a partir do resultado das eleições, as preferências dos eleitores são rapidamente substituídas por transações políticas tramadas à margem da opinião pública, eclodindo a essência democrática do processo eleitoral.A nefasta prática de surpreender o país, na véspera das eleições, com propagandas cheias de imagens utópicas de construções que ninguém sabe se quer que existe, com bambardeios de críticas e, principalmente, com propostas fora da realidade, só desrespeita o eleitor e torna um risco insuportável à luz de que este nos representará pelo próximo quadriênio e tomará todas as decisões políticas na economia e na sociedade.
Esta "nefasta prática" é um risco que deve ser abolido de nossa vida política, e que os candidatos deveriam, antes do primeiro turno das eleições, dizer ao menos o que o povo quer ouvir: questões sobre dignidade, transparência e respeito ao cidadão brasileiro.
Governar não é manter a sujeição que acompanha a pobreza, a fome e a corrupção.É sim, ter pulso para passar por cima das disputas e interesses partidários em prol de um país melhor.
Eleitor, vote consciente.

Atenciosamente

YCA, eleitor.

Bom, todos sabem que eu destesto o presidente Lula, mas não dá mais pra ouvir críticas às viagens dele. Ele não é só chefe de governo. Ele é chefe de Estado também, e, como tal, tem que viajar querendo ou não. A crítica não cabe aí (apesar de caber em vários outros lugares).

Bom kra... .tudo bem... viajar pelo governo otimo ...
agora ficar fazendo visitinhas intimas ao companheiro Chavez eh foda neh !!!

Bom, de um modo geral tudo o que você disse aí tem pé e cabeça, e a matéria está otima, mas convinha que esse tipo de carta/anucio fosse alargado à maior quantidade de pessoas possível, mas como você proprio diz, o pessoal fala muito, mas age pouco. Esse é um dos problemas e depois que estão no poder, ganham aquela vontade gigantesca pelo dinheiro, isso se já não têm antes de subir ao poder né.
Bom, eu tambem não sou a pessoa certa pra falar de política, até pq com o tanto que falam, a gente ja nem sabe em quem acreditar e como eu inda nao voto, nem digo nada.

Mas a matéria tá muito boa!
Parabens H4k

Postar um comentário

Links to this post

Criar um link

Powered by Blogger
& Blogger Templates




eXTReMe Tracker